Aquele episódio do Pica Pau (re)feito por 70 animadores brasileiros.

Há muitas formas de demonstrar a devoção à arte pop. As mais comuns são camisetas, toy arte ou cosplay. A mais insana (nos dois sentidos) são os projetos colaborativos (ou collabs) onde um bando de artistas se junta para recriar a obra a partir de suas visões. O exemplo mais notável que conheço em animação é Bartkira. No quesito “idolatrada salve salve”, o que mais me surpreendeu foi a releitura de ” The bird who came to dinner “ – O pássaro que veio para jantar. Aquele, no qual um moleque pela saco inferniza o Pica Pau pagando de boneco enquanto sua mãe fica numas de “Reginaldo, bonecos não comem !!!”


O ORIGINAL

 

e A HOMENAGEM

O projeto foi idealizado por Ivanildo Soares  e contou com o trampo de 70 animadores. Demorou 19 meses para ser finalizado, mais pela dificuldade de organização do que por qualquer outra coisa, segundo Ivan falou em entrevista ao Ideafixa.

Independente da repercussão (o Facebook da Mondo Vazio registrou  impressões desde amantes ardorosos até haters hardcore), o resultado impressiona, sobretudo por conta da grande variedade de técnicas usadas.  Quem conhece o cenário de produção de animação da idolatrada há longa data, sabe que nunca antes houve tanto animador fazendo tanta coisa diferente. Quem conhece o contexto de produção de animação na gringolândia, sabe que o principal ingrediente para um país se tornar um bom mercado no gênero é ter muita gente produzindo. Sabe também que não são muitos países que permitem tal configuração.

O Brasil tem tudo para ser um dos maiores e melhores produtores de animação do planeta.

Agora só falta não esquecer de contar a própria história.

Comentários