9 Verdades Indiscutíveis sobre Batman vs Superman ( sem spoilers )

 

Superman_BAtman__Batman vs Superman

Em meio a críticas negativas dos ” especialistas ” e confusão dos fãs , alguns fatos sobre Batman versus Superman que são indiscutíveis:

 

1)  O trailer não entrega o filme

Na nerdosfera, muito se chiou, cogitou e debateu sobre os trailers; que entregavam o filme todo e isso e aquilo.

No fim é uma bobagem. Escrevo por experiência, ( pois fui um dos que chiaram), e por constatação, pois  mesmo entre a enxurrada de motivos que a  ” crítica especializada ” apontou para detestar o filme, não houve menção, que eu tenha visto, ao fato da história do mesmo ter sido entregue de bandeja.

Ao contrário… há quem tenha reclamado que o problema, na verdade,  é que o filme mostre muito, mas muuuito mais que o trailer…

 

2) O filme tem muita, muita coisa

Tem. Tanta, mas tanta,  que é impossível sair do cinema sem ter gostado de nenhuma.  Quem for ver o filme com tal mentalidade,  não vai sentir que fez um mau investimento, nem de dinheiro, nem de tempo. Do último, sobretudo, pois são duas horas e trá lá lá…

A menos, claro, que voê seja um hater superpoderoso.  Nesse caso, sim, você pode sair tendo não  gostado de nada, querendo seu dinheiro de volta e disposto a dedicar toda sua vida e dinheiro   para criar um De Lorean com capacitor de Fluxo, para poder recuperar o tempo perdido.

 

3) Gostar do Snyder ajuda

O diretor Zack Snyder tem linguagem, estilo e vícios bem definidos. Você pode amá-lo ou deixá-lo, mas que ele conhece bem a técnica de sua arte , ah isso conhece.
E se tem uma coisa que esse filme é, é artístico. No sentido de; tudo no filme parece, cheira, soa a Zack Snyder.  Como é de praxe na Warner  ( vide  Tim Burton, Geroge Miller, Nolan,  Wachovskys ),  este é um filme que parece pertencer mais ao diretor do que ao estúdio.  Por isso, independente do tema, roteiro, etcs. gostar ou não acaba dependendo muito mais do pessoal.

Em suma, não é necessário ser um grande fã do Snyder para poder apreciar o filme, mas isso com certeza ajuda.

 

Superman_Batman vs Superman

Um filme sobre a nossa relação com as divindades. Quer dizer… sobre as limitações de nossa organização política, não péra…

 

4) O filme tem falhas

Do ponto de vista técnico, o filme gera desconfortos. Existe alguma coisa que impede que o roteiro, a direção e a edição se conversem. Os diálogos também não ajudam. Isso, somado à grande quantidade de ideias e personagens, cria certa confusão, cujo pior resultado, não é a falta de compreensão da história, mas a perda na força de conceitos, vários deles, poderosos.

Por exemplo, enquanto estamos sendo conduzidos pela trama sobre a necessidade da humanidade de reverenciar deuses e do perigo em acabar seguindo falsos líderes,  somos supreendidos , do nada, por outro conceito, tão bom quanto,  que, mais pra frente, tem seu desenvolvimento amputado para dar lugar a outro. E nenhum deles parece ganhar força o suficiente.

Robert Mckee, um dos magos da escrita em Roliúde, acredita que bom roteiro é aquele que funciona como uma tese bem fundamentada.

Pode-se dizer que,  se o modelo for Mckee, o filme falha miseravelmente.

CONTUDO…

existe a possibilidade da estrutura confusa refletir a complexidade da vida e da dificuldade em lidar com ela ( outro conceito – pasmem – também explorado no filme ). Nesse caso, as falhas do filme seriam menores, pois a técnica é subvertida em prol do artístico. Sim. Artístico. Para o bem e para o mal, esta parece ser a pretensão de Batman vs Superman.

 

5) O filme deixa claro: a DC não é a Marvel

Nem nunca será, e não parece estar nem um pouco preocupada com isso. A recíproca é verdadeira.

Marvel e DC foram absorvidas por Disney e Warner, respectivamente, e cada conglomerado explora suas propriedades a seu modo. Ambas o fazem muito bem, o que sugere estarem preocupadas com si mesmas, mais do que com a concorrente.

E o fazem bem porque entendem seus produtos. Os personagens da DC habitam um universo onde os heróis sempre foram apresentados como deuses entre homens. Seu maior ícone, Superman, é a representação daquilo que todos devemos almejar, como a um deus, ou mesmo ao próprio Cristo.

Ao passo que o Homem Aranha é um ser humano, fraco e defeituoso, cujos desafios residem não só fazer o bem, mas também em pagar o aluguel no fim do mês.

Logo, o filme, tal qual as histórias do universo DC, têm um tom maior que a vida. Solene, apoteótico, e assim, sempre correndo o risco de descambar em pedantismo. Enquanto os filmes da Marvel, leves e coloridos, pois parte de estratégia de venda de bugigangas para o público infantil,  correm o risco de serem muito…er…infantis.

 São os efeitos colaterias que sempre assombrarão os dois universos cinematográficos.

Superman_BAtman_Wonder Woman_Batman vs Superman

Nós não pagamos aluguel

 

6) A DC fez em 4 minutos o que a Marvel fez em 4 anos

A Marvel fez filmes solos de cada um de seus personagens, antes de juntá-los na megaprodução arrasa todos os quarteirões Vingadores.

A Mulher Maravilha não ganhou este tratamento. Outros membros da Liga da Justiça também não ganharão antes da estreia do filme do supergrupo, em 2017.

 

7) O filme não tem senso de humor

O pouco que tinha foi mostrado no trailer. Alfred faz uma piadinha que funciona, aqui e ali, Luthor também, e Perry White ( agora  black  ), é posto em situações engraçadinhas. E isso é tudo pessoal.

Um pouco mais de humor não ameaçaria o clima dark depressivo que Snyder, diretor do apocalíptico mas engraçado Madrugada dos Mortos, trabalha duro para manter.  ” Por que tão sério  ? ” perguntaria o Coringa ao ver esse filme, e com toda razão.

Mas pelo jeito, parece que se depender do Snyder, nunca será dia, sempre madrugada…

 

8)  Ben Affleck é um bom Batman

E um ótimo Bruce Wayne. Talvez o melhor até agora, alguém poderá dizer sem ser linchado em praça pública. Coisa impensável até agora.

Senão, ao menos, o Ben pode se considerar totalmente redimido de seu papel(ão) em Demolidor.

Aliás, o elenco todo manda muito bem. Salvo o Apocalipse. Que CG é aquele, meu deus…

 

Ben Affleck_Gal Gadot_Batman vs Superman

Você prefere a mim, o Chris ou o George ?

 

9) o Filme vale ser visto. E revisto.

Tirando todo o trólóló, o filme tem culhões. Claramente não segue o esquema formulaico de superproduções Roliudianas, como, por exemplo, o novo Star Wars, ao qual todos amaram( eu incluso ), mas que, no fundo nos contou a mesma história que o primeiro,  colorindo só dentro das linhas ( Disney, afinal). Mesmo a morte de Han Solo, de fato inesperada, não foi, no fundo, um ato de extrema coragem do diretor.

Coragem foi o que George Miller fez em Mad Max Fury Road, ao pegar o que seria um potencial produto para saudosistas e fãs de Velozes e Furiosos, e transformá-lo em um cencário onde nem tudo que está na tela deve ser tomado pelo que parece,  mas como símbolos que remetem ao mundo que vivemos, à vida que levamos e à nossa própria natureza.

Batmans vs Superman se encaixa nessa categoria. Pode funcionar mais ou funcionar menos, mas está longe de ser um filme ruim. Minha sensação é que, numa segunda exibição, passada a expectativa original, seja possível apreciar o benefício do TODO, sobre aquilo que esperamos encontrar sempre num filme,  que nos gere o bem estar : roteiro redondinho, montagem decifrável, trilha sonora empolgante,  etc.

Nem sempre o desconforto é sinônimo de arte, mas se para a excução da obra é necessário domínio de alguma técnica (e no cinema, são várias) esse desconforto pode ser um bom indício de que  a obra merece um olhar mais demorado. Batman vs Supeman pode ou não ser arte, mas sem dúvida não é um  filme lugar comum.

E muito me agrada ver os super heróis sendo tirados do lugar comum. Foi esse exercício que nos deu Frank Miller e Alan Moore

Logo menos tem mais

 

 

 

 

 

Comentários