Nightfall de Jake Fried

As animações de Jake Fried  me deram nó no cérebro da primeira vez que vi.

Além da realidade bizarra da qual é impossível desgrudar os olhos, eu, como artista gráfico, animador, diretor, fiquei intrigado em saber como ele consegue esses efeitos. Então fui procurar. Encontrei no site Juxtapoz. Seguem os métodos e motivos do artista, em tradução livre ( ATENÇÃO – spoilers de produção – se quiser pular para a animação antes de saber como foi feita, essa é a hora):

” Eu sempre trabalhei em meus quadros por longos períodos de tempo, fazendo novas camadas sobre as anteriores. Às tantas, eu me dei conta que eu estava mais interessado na evolução da imagem do que em atingir um resultado final “.

Em suma, Fried pinta uma imagem, depois a apaga com Liquid Paper,  guache e café, e pinta outra  em cima. Sucessivamente.

“Assim, meu trabalho de animação é uma extensão do que eu sempre fiz. Eu só fui me dar conta disso depois que comecei a gravar o processo”.

Se você está vendo isso pela primeira vez, e não sentir o tal nó no cérebro, melhor fazer um check up. É possível que você não seja humano.

 

 

 

 

 

 

 

Mais animações como essa na categoria Trip, d’oAnimaníaco

Logo menos tem mais

 

 

Comentários