Aquela Vez em que o Dalí Trabalhou pro Disney

1292
0

 

 

Disney e Dali

Em 1945, o Walt chamou o Salvador pra fazerem um filme em conjunto. O pintor ficou empolgadaço, aceitou e logo estava rascunhando storyboards.

O filme se chamaria Destino, e seria baseado em canção mexicana de mesmo nome. Esta seria, claro, a trilha a acompanhar a animação em design estilo de Dalí.

O repente surrealista de Walt foi uma tentativa de silenciar os críticos, que o acusavam de ter sacrificado a arte e inovação em nome do mercado. Mas o movimento para se livrar das mesmice e resgatar a inovação começara 5 anos antes, com Fantasia.

Infelizmente o projeto não foi pra frente ( Disney o cancelou após apenas 3 meses ). Talvez por conta do fracasso de bilheteria amargado pelo próprio Fantasia, o diretor tenha se deixado convencer pelo irmão e financeiro Roy, a jogar na retranca, na segurança de sua reserva de mercado. Afinal, embora Disney assumisse publicamente que nunca se arrependera de ter feito Fantasia, o prejuízo causado pelo tal quase quebrou o estúdio.

A breve parceria entre Disney e Dalí resultou, no fim,  em 15 minutos de teste de animação e alguns rascunhos .

Contudo, 54 anos depois, os sobrinho de Walt ( filho do irmão, também Roy ) resolveu reviver o projeto. Juntou um time de animadores franceses para produzir um curta de seis minutos, baseado nas anotações e storyboards de Dalí. Eis alguns stills do filme:

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 01

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 02

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 03

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 04

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 05

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 06

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 07

 

 

Walt Disney _Salvador Dali_Destino 08

 

E eis o resultado final:

 

 

Apesar de não terem completado o projeto juntos, Walt e Salvador criaram uma amizade que durou vários anos…

 

Logo menos tem mais

Comentários