Cinco Razões para Crer que os Smurfs Eram Comunistas

Socialist ( ou Soviet )
Men
Under
Red
Father

Ilustração feita e gentilmente cedida pelo honorável Hiro

1. Tudo era de todos. Inclusive a Smurfette.

”  Todos devem  dividir o que produzem de forma fraternal,  ninguém deve ser rico, e há de se abolir a propriedade privada,  “. Assim seria a versão twitter para o Manifesto Comunista de Karl Marx.

Os Smurfs devem ter lido, achado lindo e tomado como modo de vida, criando assim, uma comuna. Uma vila auto suficiente, de onde ninguém saía ou chegava,  cada cidadão defendia a comunidade como a própria vida, e nenhum deles podia sequer sonhar em tomar um daqueles cogumelos para si em benefício próprio.

Seguindo essa linha,  difícil imaginar a vida da pobre  Smurfette,  tendo que smurfar comunalmente com a maioria macho.  Se bem que, nesse caso, o Delicado também deviar dar…  ééé… um help.

 

2.  Todo mundo igual

Ninguém tinha indvidualidade naquela droga de lugar. Roupa diferente, não podia.  Ter nome próprio então, esquece.  Se dirigiam uns aos outros pelas suas funções à sociedade:  Habilidoso, Harmonia, Pintor, Poeta. Ou então, seus nomes eram adjetivos em serviço do povo, tipo, ”   Chama lá o Robusto para ajudar a carregar  a geladeira “.

Por fim, o batuta Papai Smurf. Não era um líder,  pois segundo a lógica comunista,  se todos são iguais, ninguém pode ser líder, certo ? Assim,  Papai era uma figura, dããããã, paterna.


Papai Smurf e Karl Marx. Barba de um, gorrinho do outro ?

 

3.   Dinheiro uma pinóia

Nada de ordenado, holerith ou quaisquer dessas sandices capitalistas.   Trabalhar, só pelo bem comum. Senão o Papai Smurf brigava.

 

4. Agressões aos diferentes

Quem sofria era o Gênio. Sofria por expressar seus pontos de vista.  Sofria como sofreram milhares de pensadores em vários dos regimes ditos comunistas, cujo lema sempre foi: Todo Mundo Igual(mentente burro, pois se inteligente, a gente mata).

O Vaidoso também sofria, porém menos. Talvez por ajudar a Smurfette no strumfamento da patota. Vai saber..


Na vida real, sob os regimes que se disseram comunistas, Gênio e Vaidoso teriam sido condenados a um campo de trabalhos forçados. Sibéria neles, camaradas!

5.  Gargamel representa o capitalismo

Gargamel queria ouro. Tinha uma fórmula para criá-lo, mas precisava de seis Smurfs como ingrediente.  Pro inferno a vida, crenças ou bem estar dos outros. O que interessa é o lucro próprio. Uma representação perfeita do capitalismo selvagem.

Mais…o Gargamel tem cara de judeu e é um indivíduo mesquinho, sujo, que mora numa casa velha e se veste de preto. Em suma, um estereótipo que se perpetra através das eras, com seus picos e vales de intensidade

Parem quietos, malditos. Como esperam que eu fique rico sem que eu tenha mais fracos para explorar???

Propaganda pró comunista ou não, uma coisa é indiscutível. Os Smurfs foram incorporados à sociedade de consumo de massa capitalista e se transformaram em uma possante engrenagem do sistema que supostamente foram criados para destruir.  O filme faturou milhões. Terá sequência, videogame, bonequinhos e o escambau que faturará mais milhões ainda. E assim por diante.

Os grandes Gargaméis capitalistas conseguiram mesmo transformá-los em ouro.

 

Log menos tem mais

 

Lovric

 

 

 

Comentários